Trailer de “O Último Airbender”

 image

A novidade da semana passada foi, além da morte do Rei do Pop, o teaser trailer do filme live-action de The Last Airbender. Mais conhecido no Brasil como Avatar, o subtítulo do anime original “Avatar: The Last Airbender” reinou no título da adaptação para evitar confusão com o longa ultra tecnológico de James Cameron, Avatar.

Vendo a maravilhosa fidelidade de Shyamalan, lembrei de como Dragonball Evolution podia ter sido tão bom assim. Quem saber não rola um remake daqui a uma década, ou a sequencia sai antes.

Confiram o teaser trailer sem legendas aí embaixo ou veja o legendado aqui e o dublado aqui.

Com estreia marcada para 2 de julho de 2010 nos EUA, O Último Airbender (!) tem estreia nacional no dia 23 de julho de 2010.

A tal Realidade Aumentada

Bom, ainda não chegamos a esse ponto mas já é possível usufruir desta tecnologia em joguinhos para celular e agora invade o mundo dos filmes.

Como a moda agora é quanto mais interativo melhor, nada como um bom 3D que interage com o espectador e não fica apenas no computador. Já entraram nessa lista os filmes Star Trek e Transformers e agora eu encontro um canal de Harry Potter no YouTube. Inicialmente me parecia mais uma mera novidade que chegaria e passaria mas realmente veio para ficar. Quem ainda não viu o jogo Eye of Jugdement do console PS3? É exatamente o mesmo negócio mas é um jogo de cartas e em cima das cartas surgem os monstrinhos que duelam, se matam e interagem com o jogador.

A Realidade Aumentada (RA) funciona ao colocar algo na frente da webcam. Dentre os citados, todos funcionam imprimindo uma imagem do site e mostrando para a webcam. Quando o programinha do site identifica o desenho impresso é quando a festa começa.

A experiência de Star Trek parece a mais interessante. Basta imprimir um mini poster do filme. Quando o site identificá-lo a festinha começa. Uma mini Enterprise aparece bem diante de seus olhos e você pode explorá-la, usar suas armas e ver informações. Claro que tudo isso aparece na tela do computador :)

Na experiência de Transformers é preciso imprimir um símbolo. Como ainda não pude testar pois minha webcam não tá concluindo a instalação, não cheguei a testar e fiquei em dúvida quanto a um vídeo que encontrei. No vídeo mostra que basta ficar na frente da webcam que passamos a usar uma máscara de Optimus Prime. Porém, onde está o símbolo que nos mandam imprimir? oO

Versão mais engraçada aqui

Agora em Harry Potter é algo bem besta bastando imprimir um símbolo parecido com o de Transformers. O problema é a simplicidade: apenas aparecerá um caldeirão e pressionando um botão no teclado acionará alguns efeitos na poção.

 

Links das experiências em RA:

http://www.experience-the-enterprise.com/
http://www.weareautobots.com/
http://www.youtube.com/harrypotter

“Exterminador do Futuro - A Salvação” em 60 segundos

Ao assistir Exterminador do Futuro - A Salvação nos cinemas, saí de lá de queixo caído. McG tinha feito um belo trabalho cheio de ação e referências aos filmes anteriores. Pelo menos teve muitos fã satisfeito por aí.

Fato é: a história pode ser resumida em 60 segundos, e se você ainda não viu o filme o vídeo abaixo é um mega spoiler para você.

Dia dos Namorados Macabro

Dia dos Namorados Macabro 3D Terror, sangue, um assassino com um passado obscuro, sexo e tudo isso junto numa história besta. Mesmo com um pouco de cada um desses elementos em Dia dos Namorados Macabro, o longa ainda fica na mesmisse e falha em todos os aspectos… e o 3D?

Vamos falar sério: o diretor Patrick Lussier já tentou fazer um filme de suspense com pontas “sobrenaturais” em Luzes do Além, sequencia de Vozes do Além de 2005 com Michael Keaton. Como diriam no Twitter: #Fail. Agora ele tenta fazer um suspense com pontas “psiquiátricas” que é refilmagem do filme homônimo de 1981 do qual não compararei pois não assisti até o momento.

Jensen Ackles (o Dean da série Supernatural) é Tom Hanniger. Durante a comemoração do dia dos namorados numa mina - que é praticamente o único ponto de encontros de uma cidadezinha chamada Harmony – 22 pessoas foram mortas por um assassino vestido de minerador e armado com uma picareta, e os 4 sobreviventes, incluindo Tom, viveram tentando esquecer este triste fato. Dez anos depois, Tom retorna à cidade e reencontra os sobreviventes e o assassino reaparece e uma nova onda de mortes sangrentas começa e o principal suspeito é Tom.

Muito blá blá blá e tudo agarrado em apenas um fiozinho de história. Na versão 2D que assisti apresentada num fullscreen medronho, o filme fica ainda mais ruim (se é que isso é possível). Talvez na versão 3D fosse bom se divertir com olhos, sangue e tripas voando na sua direção. Aliás, esse foi realmente o único propósito da produção: fazer mais um filme para entrar na onda do glamuroso 3D Digital, a onda do momento.

A fotografia segue a escuridão da franquia Jogos Mortais e peca ainda mais pelo fato do filme se passar, em sua maior parte, à noite. O roteiro não agrada e o ritmo desacelera para contar a história malevolenta (oi?) do assassino que só enche linguiça. Quando tenta se segurar em perseguições do assassino a suas pobres vítimas, o filme pausa para mais blá blá blá dramático entre o casal, que discute a relação e expõe o ciúme interior para causar sono com um texto mais besta que roteiro de Teletubbies. Eu sempre gosto de um filme de suspense para passar o tempo mas esse foi tempo perdido. Quem sabe tenho mais sorte no próximo.

 

Como eu falei, a cidade do filme é Harmony e a PlayArte não deixou passar em branco e mandou a tradução, digamos… literal da coisa. Eis o resultado.

harmony...oi

Lembrando de Dia dos Namorados Macabro está disponível em DVD nas versões 2D e 3D.