13º Andar

Botched

 

Eu pensei que já tinha visto de tudo, acabei descobrindo um novo tipo de filme: Comédia/Horror. Sério. Tudo começou quando fui ver 13º Andar (Botched)…

 

Meu dia estava muito bom, até que resolvi botar aquele DVD… Tudo começa com um simples roubo que dá errado. O velho ameaça o cara e ele tem que fazer outro roubo num prédio em Moscou. Até aí tudo bem. O cara vai lá com os comparças e o elevador já dá uma dica: ele não mostra o andar 13 no visor. O roubo é feito na cobertura e na volta o elevador empanca no 13º andar, esse mesmo, o mardito título. Aí é que a coisa fica “feia”. Todos que estavam no elevador ficam presos neste andar e é aqui que acontece todo o resto do filme.

 

Tudo bem, o filme tem uma historia simples mas que podia ter dado certo se não fosse o desfecho bizarro que os roteiristas impõem. Os personagens são os mais banais possíveis, como uma velha “religiosa” que quer levar o maior número de seguidores para o seu lado, nosso casal de heróis, o ex-militar que é maníaco por “aventura”, um medroso e um assassino dançarino de balé que finge se apresentar num palco para uma platéia imensa enquanto caça sua vítima. Poderia ser um elenco normal se não fosse o último elemento citado.

 

Além disso, outro fator que não deu certo de jeito nenhum foi a trilha sonora que é feita como se fosse para um filme de circo (!) ou mesmo para uma cena em que palhaços se apresentam para a molecada. Como produtores jogam tanto dinheiro fora para fazer um filme desses? Claro que o filme não é para ser levado a sério. Pelo menos eu espero isso. Eu só queria ver um filme de suspense e me deparei com um estilo gore misturado com uma comédia ridícula que não quer tentar fazer rir mas que está presente para fazer não sei o quê. Eu ri de tão ridículas que eram tais situações da metade para o fim. Só prestar atenção ao rato que rouba a cabeça decepada.

 

Quem sai ganhando nesse filme são os atores que faturaram uma graninha para a feira e a equipe de derramou tanto sangue por todo aquele andar. Legal, né? Próximo!