Dia dos Namorados Macabro

Dia dos Namorados Macabro 3D Terror, sangue, um assassino com um passado obscuro, sexo e tudo isso junto numa história besta. Mesmo com um pouco de cada um desses elementos em Dia dos Namorados Macabro, o longa ainda fica na mesmisse e falha em todos os aspectos… e o 3D?

Vamos falar sério: o diretor Patrick Lussier já tentou fazer um filme de suspense com pontas “sobrenaturais” em Luzes do Além, sequencia de Vozes do Além de 2005 com Michael Keaton. Como diriam no Twitter: #Fail. Agora ele tenta fazer um suspense com pontas “psiquiátricas” que é refilmagem do filme homônimo de 1981 do qual não compararei pois não assisti até o momento.

Jensen Ackles (o Dean da série Supernatural) é Tom Hanniger. Durante a comemoração do dia dos namorados numa mina - que é praticamente o único ponto de encontros de uma cidadezinha chamada Harmony – 22 pessoas foram mortas por um assassino vestido de minerador e armado com uma picareta, e os 4 sobreviventes, incluindo Tom, viveram tentando esquecer este triste fato. Dez anos depois, Tom retorna à cidade e reencontra os sobreviventes e o assassino reaparece e uma nova onda de mortes sangrentas começa e o principal suspeito é Tom.

Muito blá blá blá e tudo agarrado em apenas um fiozinho de história. Na versão 2D que assisti apresentada num fullscreen medronho, o filme fica ainda mais ruim (se é que isso é possível). Talvez na versão 3D fosse bom se divertir com olhos, sangue e tripas voando na sua direção. Aliás, esse foi realmente o único propósito da produção: fazer mais um filme para entrar na onda do glamuroso 3D Digital, a onda do momento.

A fotografia segue a escuridão da franquia Jogos Mortais e peca ainda mais pelo fato do filme se passar, em sua maior parte, à noite. O roteiro não agrada e o ritmo desacelera para contar a história malevolenta (oi?) do assassino que só enche linguiça. Quando tenta se segurar em perseguições do assassino a suas pobres vítimas, o filme pausa para mais blá blá blá dramático entre o casal, que discute a relação e expõe o ciúme interior para causar sono com um texto mais besta que roteiro de Teletubbies. Eu sempre gosto de um filme de suspense para passar o tempo mas esse foi tempo perdido. Quem sabe tenho mais sorte no próximo.

 

Como eu falei, a cidade do filme é Harmony e a PlayArte não deixou passar em branco e mandou a tradução, digamos… literal da coisa. Eis o resultado.

harmony...oi

Lembrando de Dia dos Namorados Macabro está disponível em DVD nas versões 2D e 3D.