Crepúsculo

top_twilight 

 

Eu não tinha resolvido se postava algo ou não sobre Crepúsculo, filme baseado no romance homônimo (e de estréia) de Stephenie Meyer. Não sei se foi porque não gostei e me decepcionei ou porque realmente não me agradou ao ponto que eu queria e me empolgasse para tal.

 

De fato, Crepúsculo ficou como um filme de efeitos fracos e atuações deprimentes. Fiel, sim, mas não necessariamente bom como o livro. Para quem acompanhou meu twitter enquanto desabafava sobre o filme para o @Cinefilos depois de ter visto um post dele, percebeu certos fatos:

- Não gostei das atuações. Ficaram forçadas demais para chegar o mais próximo possível do livro. Perderam a naturalidade.

- O ritmo quase frenético da evolução da história atrapalhou o romance entre um vampiro e uma mortal, que é o fato principal do filme. No livro, os diálogos entre eles são demorados e cheios de detalhes de suas vidas. No filme, eles trocam uma frase ou outra. Só quem teve espaço suficiente para contar sua vida foi o vampiro Edward. Isso, porque os expectadores tinham que saber da história.

- Destaque do filme só Charlie, o pai de Bella. Fizeram dele o ponto cômico da história para não ficar muito séria. Suas ações conseguiram arrancar muitas gargalhadas.

 

Bom, contar uma história de amor entre um vampiro e uma mortal, foi um prato cheio para o primeiro livro da escritora Stephenie Meyer. Ele sabe lidar com o negócio. A personagem depressiva e completamente sem vida que encontra a saída disso tudo quando encontra o amor. Ao apaixonar-se por um vampiro, ela começar a saber tudo desse mundo através dele, e sem nenhum medo. Como quando Edward a convida para ir conhecer sua família passando uma tarde em sua casa, a reação dela é se preocupar com o que acharão dela e não de que poderiam mordê-la.

 

Eu realmente tentei gostar do filme mas depois de ter passado 5 dias para ler o livro e vê-lo sendo resumido em apenas duas horas… Sei lá. Realmente não gostei. Espero ter gostado se deixasse para ler o livro logo depois. Como filme, Crepúsculo funciona. Como adaptação, realmente não sei. Talvez de trocassem o ator e atriz que fazem o casal principal... Quem sabe?

 

Antes que termine, gostaria de comentar sobre o modo como o filme está sendo vendido. O filme é do gênero romance! R-O-M-A-N-C-E! Coisa que só descobrir depois de ler alguns capítulos e descobrir estar gostando do livro. Não porque seja em maior parte romance e sobrenatural, mas por não ser épico. Cansei de Eragon, Senhor dos Anéis e Crônicas de Nárnia. Chega de limpar a bunda com folha de bananeira e dormir em volta de fogueiras. (!) Voltando ao assunto do gênero. Cheguei ao cinema e peguei o folheto com os horários e sinopses dos filmes em cartaz. A sinopse de Crepúsculo começava assim: “É um filme de terror (…)”. Eu fiquei um tempinho parado tentando processar aquela frase. Não tem uma cena sequer de terror. O máximo tem um certo suspense no terceiro ato. Será que só por ter a palavra “vampiro”, o povo já conecta com “terror”?